Archeevo 5 – sessão de apresentação em Lisboa

By | Notícias

A KEEP SOLUTIONS em cooperação com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) irá realizar no próximo dia 23 de novembro uma sessão de apresentação da nova versão do software de gestão de arquivos – Archeevo 5, na sede da FCT, em Lisboa.

O evento que dará início às 14h00, terá como principal objetivo a apresentação e demonstração das novas funcionalidades do software de gestão integrada de arquivos. A sessão incluirá também breves apresentações de outros softwares desenvolvidos pela KEEP SOLUTIONS nomeadamente o Koha, o Museo e o Retrievo.

O evento destina-se, por isso, a todos os profissionais de arquivo que tenham interesse em saber mais sobre o Archeevo, assim como a todos os clientes que já utilizam o software e pretendem conhecer as novas funcionalidades.

No final do evento haverá espaço para que os participantes possam partilhar as suas dúvidas e/ou a sua experiência com o Archeevo.

A participação é gratuita mas carece de inscrição prévia pois está limitada aos lugares disponíveis.

Formulário de inscrição
Programa

Para qualquer esclarecimento ou informação adicional, não hesite em contactar-nos através dos nossos contactos.

Universidade do Porto apoia criação de futuro Museu de Ciência em Angola

By | Notícias

Uma equipa de especialistas portugueses viajou recentemente até à cidade do Lubango (Angola) para dar início aos trabalhos que permitirão apoiar a construção de um futuro Museu/Centro de Ciência e Tecnologia na antiga cidade de Sá da Bandeira, atual capital da província da Huíla.

O projeto integra-se no plano de ação da Cátedra UNESCO Life on Land, uma iniciativa coordenada pelo Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO), da Universidade do Porto, dedicada ao desenvolvimento de uma rede colaborativa com instituições de ensino e investigação de seis países africanos na área da conservação da biodiversidade e da gestão e preservação dos recursos e do património natural.

Realizada entre 3 e 6 de outubro, a visita em causa teve como objetivo avaliar a estrutura física do edifício da antiga estação de comboios da cidade que será adaptado para albergar o museu. Da delegação fizeram parte especialistas nas áreas da engenharia, arquitetura, topografia e museologia, sob a coordenação do arquiteto Nuno Valentim e do engenheiro Aníbal Costa, professores das faculdades de Arquitectura e de Engenharia da Universidade do Porto, respetivamente.

O futuro museu será instalado no edifício da antiga estação de comboios da cidade do Lubango. Este vai ser construído a partir das coleções científicas (de botânica e zoologia) do ISCED (Instituto Superior de Ciências da Educação), preservadas pelo Herbário do Lubango, bem como do espólio tecnológico e acervo documental do Caminho de Ferro de Moçâmedes. O projeto, já em fase avançada de elaboração, prevê ainda a criação de polos de investigação científica ligados aos temas da biodiversidade, tecnologia dos caminhos-de-ferro e estudo das dinâmicas sociais desencadeadas pela implantação e desenvolvimento destas infraestruturas na região.

Fonte e mais informações: https://noticias.up.pt/u-porto-apoia-criacao-de-centro-de-ciencia-em-angola/

Evento DGLAB sobre a utilização de software aberto nas organizações

By | Notícias

A Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) vai organizar nas instalações do Arquivo Nacional da Torre do Tombo [foto], no próximo dia 15 de novembro, uma sessão dedicada à utilização de software aberto (open source) nas organizações.

Com este evento a DGLAB pretende:

– Explorar diversas experiências adquiridas em projetos de transferência para tecnologia de software aberto;
– Caracterizar, de forma alargada, vantagens e obstáculos passíveis de serem identificados em processos de transferência para tecnologias de software aberto;
– Salientar a relevância da utilização de software aberto em contextos culturais nomeadamente na preservação de informação digital;
– Enquadrar os conceitos de Software Aberto, Interoperabilidade, Normas Abertas e Independência de Plataformas Tecnológicas, assim como promover o debate em torno destas temáticas.

Aceda aqui ao programa provisório.

O evento é aberto ao público em geral e a participação é gratuita mas sujeita a inscrição.

Fonte e mais informações: http://dglab.gov.pt/evento-dglab-utilizacao-de-software-aberto-nas-organizacoes/

I Workshop de Paleografia no Arquivo Distrital do Porto

By | Notícias

Vai realizar-se no Arquivo Distrital do Porto (ADP), de 19 de novembro a 10 de dezembro, às segundas-feiras, entre as 14:00 e as 16:00, o I Workshop de Paleografia, promovido pela Associação de Amigos do Arquivo Distrital do Porto.

Com um total de 4 sessões, este workshop visa a análise, a leitura e a transcrição paleográfica de documentação medieval e moderna, conservada tanto nos fundos do Arquivo Distrital do Porto, como nos fundos de outros arquivos nacionais. De modo a atingir este objetivo, na primeira sessão, serão apresentadas as abreviaturas paleográficas portuguesas que servirão como instrumento auxiliar de trabalho. As sessões seguintes serão dedicadas a documentos notariais (do séc. XV) e a registos notariais e paroquiais (dos sécs. XVI e XVII).

A formadora será a Doutora Maria João Oliveira e Silva, paleógrafa e investigadora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

O workshop tem um valor de 50 euros para o público em geral e de 40 euros para associados da Associação de Amigos do Arquivo Distrital do Porto e colaboradores da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas.

Nº mínimo/máximo de participantes: 15/22

Para mais informações e inscrições: amigosadporto@gmail.com

Fonte: http://www.adporto.pt/index.php/sliders/noticias-destaques/178-paleografia2018

IFLA Global Vision Ideas Store: participe com as suas ideias

By | Notícias

Os desafios que o sector bibliotecário enfrenta no contexto de um crescente fenómeno de globalização só podem abordar-se e superar-se com a resposta inclusiva e global de um sector bibliotecário unido. Por esta razão, a IFLA (Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias) iniciou a discussão “Global Vision” (Visão Global), que a BAD (Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas) abraçou em Portugal.

Até ao final do mês de outubro, não deixe de consultar o Relatório Sumário do IFLA GLOBAL VISION e dar o seu contributo no IFLA GLOBAL VISION Ideas Store, para a construção de um sector bibliotecário sólido e unido! Participe com as suas ideias até ao dia 31 de outubro de 2018.

Envie suas ideias de ações e contribua para o IFLA GLOBAL VISION, ajudando a definir a nova estratégia da IFLA.
A IFLA quer ouvir todas as vozes de todo o mundo.

Como pode participar:

– Aceda à plataforma https://ideas.ifla.org/idea-form/?page=1 e submeta a sua ideia de ação.

– Submeta as suas ideias até 31 de outubro de 2018.

A Nossa Visão, O Nosso Futuro!

Fonte: https://www.bad.pt/noticia/2018/10/10/ifla-global-vision-ideas-store-participe-ate-31-de-outubro/

Exposição baseada no Museu da Língua Portuguesa de São Paulo está patente em Lisboa

By | Notícias

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós” é uma pequena aproximação ao Museu da Língua Portuguesa de São Paulo e está neste momento patente em Belém, até ao dia 21 de outubro. A mesma pode ser visitada no edifício da Central Tejo e, mais do que uma exposição, é um cartão-de-visita de um museu em andamento, itinerante, como prova de vida até ao renascer das cinzas.

Inaugurado em 20 de março de 2006, o Museu da Língua Portuguesa foi destruído por um incêndio em 21 de dezembro de 2015 e espera-se agora que reabra em dezembro do próximo ano. As fachadas e a cobertura já foram reconstruídas, falta recuperar o interior, para que possa reabrir “actualizado e ampliado”, como afirmou em Belém o secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto, na inauguração da exposição, no passada terça-feira.

Inaugurada oficialmente no dia 9 de outubro mas aberta desde dia 6, segundo Hugo Barreto já somava àquela data, 15 mil visitantes. Segundo o mesmo, aquilo que é mostrado em Lisboa (e que já andou por Cabo Verde, Angola e Moçambique) é uma “pequena representação” do museu, onde se é “visitante e visitado ao mesmo tempo”.

O “Nós” do título tem, aqui, um triplo significado: além da primeira pessoa do plural é uma unidade de navegação e refere-se também a encruzilhados (em cordas) “que nos embaraçam e desembaraçam” unindo-nos nessa dicotomia.

A exposição é formada por vários painéis verticais onde se aborda a evolução histórica do idioma (do latim ao jargão da era digital), acrescidos de outros mais propagandistas acerca do valor e expansão da língua no globo e tem ainda um espaço para consultar livros e dados armazenados informaticamente, além de três blocos com projecções audiovisuais. Num deles é possível gravar depoimentos em vídeo, para a posteridade; noutro mostra-se a relação da língua com a gastronomia, com exemplos de vários países (das receitas aos ingredientes); e num terceiro cruzam-se poesia e música num diaporama contínuo.

Fonte e mais informações: Aqui

II Encontro Transformação Digital na Otimização de Processos Documentais

By | Notícias

A otimização dos processos documentais nas empresas volta a estar em análise, em Lisboa, com o II Encontro Transformação Digital na Otimização de Processos Documentais, que se realiza no próximo dia 25 de outubro, no VIP Executive Art’s Hotel, Parque das Nações.

Destinado a empresários e profissionais de tecnologias de informação de todos os setores, o evento terá como objetivo pôr em análise as novas tendências de mercado na gestão documental para o setor empresarial e debater os grandes desafios deste setor na era moderna.

O encontro contará com a presença de Jeroen Kant, vice-presidente de business development solutions da Spigraph, que irá demonstrar, utilizando exemplos de projetos existentes, como as empresas podem melhorar os seus processos de digitalização, através de scanners inteligentes.

Sara Canteiro, partner technology strategist da Microsoft Portugal, também está entre os convidados e irá falar sobre as novas abordagens da transformação digital para criar valor acrescentado às empresas.

A sessão contará, ainda, com a presença de Marco Santos, CIO (Chief Information Officer) da EAD e gerente da Fin-Prisma, que vai falar sobre o software Read Write and Share (RWS), desenvolvido pela EAD para gerir processos de trabalho de forma mais eficiente, permitindo a classificação e atribuição automática de tarefas, monitorização e controlo das mesmas.

Por fim, Alexandra Vaz, head of processes & project management da Generali, irá apresentar a solução de gestão de tarefas originárias em email e noutros canais de entrada que permitiu à seguradora melhorar processos de subscrição, gestão de apólices, cobrança e gestão de sinistros.

O encontro é de participação gratuita, devendo a inscrição ser feita online até ao dia 18 de outubro.

Fonte e mais informações: https://pmemagazine.com/otimizacao-de-processos-de-negocio-em-analise-em-lisboa/

O criador da Internet tem um novo projeto para proteger os dados pessoais

By | Notícias

Tim Berners-Lee, o cientista informático criador da World Wide Web, está a colaborar com investigadores do MIT numa nova forma de utilizar a Internet que protege, primariamente, os dados pessoais.

Recentemente, foi notícia que 50 milhões de perfis de Facebook foram comprometidos e que a Cambridge Analytica recolheu dados indevidamente da mesma rede social para manipular eleições. De quem é a culpa? Podíamos dizer que a culpa é da Internet mas para Tim Berners-Lee a resolução destes problemas está na forma como a Internet está construída. Solução? Solid, uma ferramenta que quer dar ao utilizador um verdadeiro controlo sobre os seus dados pessoais.

No site Engadget é explicado que esta ferramenta permite aos programadores utilizar vários formatos de linguagem da Web para dar aos utilizadores a escolha de separar a sua informação pessoal — como localização ou outros dados — dos sites e apps que utiliza. Ou seja, em vez de os sites a que os utilizadores acedem recolherem a informação automaticamente, passa a existir uma opção para configurarem manualmente que informação é recolhida e onde será guardada.

Para esta nova ferramenta funcionar é preciso que as aplicações e os sites integrem o Solid nos serviços que disponibilizem. Como descreve Berners-Lee, este projeto “concebe a Web como originalmente foi pensada e cria uma plataforma para a próxima geração de aplicações realmente inovadoras”. Agora, o mais complicado, vai ser convencer grandes empresas como a Google, o Facebook, a Amazon ou a Microsoft a mudarem a forma como recolhem informação.

Estas propostas em que o Solid se baseia seguem as normas do World Wide Web Consortium, a maior comunidade internacional para o desenvolvimento da Web (criada e gerida por Berners-Lee). A ferramenta vai passar a estar disponível para programadores durante o próximo mês e as primeiras aplicações e sites que utilizam o Solid já estão a ser desenvolvidos.

Tim Berners-Lee vai estar em Portugal no dia 6 de novembro para participar na Web Summit, que decorre entre os dias 5 e 8 de novembro, em Lisboa. O “pai” da Internet vai falar dos obstáculos que ainda é necessário ultrapassar para conectar todo o mundo à rede.

Fonte: https://observador.pt/2018/10/01/o-pai-da-internet-tem-um-novo-projeto-para-proteger-os-dados-pessoais/

A KEEP SOLUTIONS participou no “I Taller e-Archiving” em Córdoba

By | Notícias

O primeiro “Taller e-Archiving” decorreu nos passados dias 4 e 5 de outubro, em Córdoba e reuniu especialistas em Arquivos e Preservação Digital de vários pontos da Europa. De entre os participantes, a KEEP SOLUTIONS foi a única instituição com duas comunicações no programa da conferência.

O evento foi organizado pela Câmara Municipal de Córdoba e segundo a presidente Isabel Ambrosio, os arquivos “são uma ferramenta imprescindível para a transparência das instituições públicas” e acrescenta ainda que “informação e documentação não podem dissociar-se”.

Neste âmbito, arquivistas de várias nacionalidades reuniram-se nas jornadas do “I Taller e-Archiving” para conhecerem os últimos avanços em matéria de arquivos digitais, nomeadamente o projeto E-ARK, financiado pela Comissão Europeia, na qual a KEEP esteve envolvida.

A missão do evento era informar a comunidade arquivística e das instituições públicas, em geral, sobre as possibilidades existentes no que diz respeito a software open-source para preservação digital e sobre os serviços oferecidos pelos programas da União Europeia para esse efeito.

Miguel Ferreira, da KEEP SOLUTIONS, apresentou a ferramenta RODA-in, sob o tema “Roda-In: exportar dados – Visão prática da ferramenta” e num outro momento conduziu a sessão sobre preservação de bases de dados com o título “Database Preservation Toolkit – Visão prática da ferramenta”.

O evento teve uma cobertura mediática significativa tendo sido reportado na imprensa local, regional e na rádio.

Fonte e mais informações:
https://www.eldiadecordoba.es/cordoba/Ambrosio-paradojico-auge-posverdad-informacion_0_1288371235.html
https://www.teleprensa.com/cordoba/la-alcaldesa-llama-a-no-disociar-informacion-y-documentacion-al-inaugurar-el-i-taller-e-archiving.html.html

II Encontro de Arquivos do Alentejo Litoral

By | Notícias

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém, em colaboração com a Rede de Arquivos do Alentejo Litoral e com a Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, realiza no dia 12 de outubro de 2018, no auditório da Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém, o II Encontro de Arquivos do Alentejo Litoral, subordinado ao tema “Do papel ao bit: os novos desafios da arquivística”.

Nesta edição pretende-se promover a reflexão e o debate sobre a desmaterialização da informação e a importância da preservação digital, a necessidade da articulação entre a documentação do passado e a produzida atualmente, a proteção de dados e os arquivos.

Do programa fazem parte os seguintes painéis:

– A informação como ponto de encontro entre a tecnologia e os cidadãos;
– O futuro dos arquivos: reflexão, cooperação, inovação e competitividade;
– Os arquivos do Alentejano Litoral: Entre a Modernização e o Património.

Aceda à ficha de inscrição e ao programa completo do evento disponíveis no site da Câmara Municipal de Santiago do Cacém. Após o preenchimento da ficha de inscrição remeta-a para o Arquivo Municipal de Santiago do Cacém através do email: arquivomunicipal@cm-santiagocacem.pt.

Fonte e mais informações: https://www.cm-santiagocacem.pt/evento/encontro-de-arquivos-do-alentejo-litoral/